No dia 7 de novembro de 1989, a cantora norte-americana Cyndi Lauper realizou seu primeiro show no Brasil. Para celebrar os 30 anos da data, a editora Belas Letras traduziu para o português a autobiografia da artista. E acaba de lançá-la, em duas opções para os leitores: brochura, que custará R$ 69,90, e capa dura com sobrecapa (edição limitada), por R$ 89,90. As duas opções vem acompanhadas de um kit com pôster, marcador de páginas, botton e popsocket (acessório de celular).

Aos 66 anos, Cyndi Lauper tem realmente muita história pra contar. Nascida no Queens, em Nova Iorque, a cantora saiu de casa aos 17 anos, após uma adolescência difícil, com problemas financeiros e emocionais – a cantora conta que era frequentemente assediada pelo padrasto. À época, trabalhou em diversas áreas para sobreviver e tinha dificuldades na maioria das matérias da escola. Porém, já se identificava intensamente com as artes. E começou a cantar sem pretensão. “Toda vez que eu cantava, sempre parecia que a divisão entre o mundo exterior e o mundo interior oscilava em uma linha muito tênue”, lembra.

Para se transformar em uma completa artista, Cyndi buscou inspiração na pintura, escultura e fotografia. E usou da sua autenticidade para transmitir orgulho e respeito em suas composições. Além do grande sucesso alcançado como cantora, a “garota colorida” se tornou um símbolo da luta contra a Aids, pelos direitos das mulheres e da comunidade LGBT, temas explícitos nas letras de suas canções. “True Colors”, por exemplo, um de seus maiores hits, acabou se tornando um hino da comunidade gay.

Nas 352 páginas de “Cyndi – Minha História”, a artista também conta sobre os abusos que sofreu no meio musical, ainda no início de carreira, e sobre sua percepção da opressão feminina, antes mesmo do assunto se tornar público. Histórias por trás de alguns de seus maiores sucessos e alguns dos momentos mais importantes da carreira, como a participação na canção “We Are The World”, também tornam a leitura extremamente agradável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here