O vereador Carlos Delgado, líder do governo no Executivo, confirmou o pedido de retirada do projeto de lei da Câmara de Vereadores, sobre o auxílio-transporte para os municipários.

Ele, que é presidente da comissão especial que analisa o projeto, sugeriu a retirada depois de ouvir os colegas, e constatar que precisa ser revisado. E garantiu, que pelo menos neste ano, o projeto não volta à Câmara.

O projeto seria um socorro à empresa que explora o transporte público na cidade. Reclamando de estar trabalhando no vermelho, a  empresa comunicou o Executivo que não tem mais condições de bancar o prejuízo. Em contra partida, a Prefeitura em vez de repassar o valor do auxílio-transporte aos funcionários, compraria direto da empresa, garantindo quase meio milhão de receita mensal, e repassaria aos funcionários.

Este novo formato descontentou o funcionalismo, já que muitos usam o valor recebido do auxílio, para compra de combustível e não para o ônibus.

Por enquanto, tudo vai ficar como está. Delgado disse que o Executivo deverá criar outras alternativas para a empresa, ou trocá-la.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here